Dicionário Virtual de Biologia
Visite o site do ifrn

Arqueas

Do gr. arkhe ‘primitivo’


As arqueas, juntamente às bactérias, constituem o Reino Monera. Geralmente, são encontradas em ambientes inóspitos, semelhantes aos primórdios da vida na terra. Elas se diferenciam das bactérias, dentre outros aspectos, por não apresentar peptidoglicanos na parede celular.
Existem três grandes grupos de arqueas:
- As halófitas, (do grego halos, sal, e philos, amigo), que vivem em ambiente aquático com salinidade elevada, deixando, por vezes, deixando a cor da água rósea ou avermelhada, devido ao pigmento bacteriorodopsina, responsável pela fotossíntese dessas arqueas;
- As metanogênicas, as quais recebem esse nome por produzir gás metano. Vivem em pântanos e sistemas digestórios de cupins e são anaeróbicas obrigatórias;
- As termófilas, as quais vivem em ambientes onde a temperatura ou o índice de acidez é muito elevado, como fontes de águas termais ou profundezas vulcânicas. São em sua maioria quimiossintetizantes, obtendo energia a partir da oxidação do enxofre da região onde vivem.

1.bp.blogspot.com_-4pczuykdyfe_tbccr7j016i_aaaaaaaaafq_ii7l-0yi2uy_s1600_archaea.jpg

Imagem retirada de: http://1.bp.blogspot.com/-4pcZuYKdyFE/Tbccr7J016I/AAAAAAAAAFQ/Ii7l-0YI2uY/s1600/archaea.jpg